terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Licença maternidade pode ser de até 1 ano para mães de prematuros

No último dia 9 de dezembro foi aprovado por unanimidade pelo Senado, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que aumenta o tempo de licença maternidade para mães de bebês prematuros. 

Foto: Imagem Google
 
O tempo de licença maternidade atualmente é de 120 dias, o mesmo tempo para bebês nascidos a termo, ou seja, dentro do prazo considerado normal. 

O projeto pretende estender a licença para o bebê que ficou internado e que o prazo só passe a contar a partir da data da alta hospitalar do bebê. O prazo da licença poderá ser de até 1 ano, sendo o máximo de 8 meses de internação e 4 meses de licença. O benefício vale para os bebês que nasceram entre a 20ª e a 30ª semana de gestação.

O texto, de autoria do senador Aécio Neves (PSDB - MG) segue para a Câmara dos Deputados para ser analisada.

Muitos médicos não recomendam que bebês prematuros entrem logo em creches e aconselham aos pais para que fiquem o máximo de tempo com os filhos, por considerarem os bebês prematuros mais frágeis. E por exigirem mais cuidados e a presença da mãe ser fundamental, a aprovação da PEC já é uma grande vitória para as mães de prematuros.

Por


Tatiane Gallas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Compartilhe, comente!