quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Festa de 1 ano, fazer ou não?


Eu adoro festas de crianças! Amo comemorar cada aniversário dos meus filhos e sou do time de mães que fazem a festa, literalmente, colocando a mão na massa. Adoro pensar em todos os preparativos  e detalhes e faço isso com prazer e muito carinho.

Muitas pessoas questionam a importância de fazer uma festa para o primeiro aniversário do bebê, seja pelos gastos ou por considerarem uma festa mais para adultos porque o bebê ainda não compreende o que está acontecendo. Eu fiz festa para comemorar o primeiro aniversário da Manu e do Davi e os dois se divertiram e se comportaram muito bem.  Quem disse que crianças pequenas não aproveitam suas festas? Para mim isso depende muito de cada criança.

Aniversário do Davi
Eu sou a favor em comemorar. Além de ser o primeiro aniversário do/a filho/a, comemora-se  também o primeiro ano de maternidade e paternidade dos pais desse bebê, o primeiro ano de uma família. Então, concordam que isso merece uma celebração?

Manu brincando com a decoração do seu primeiro aniversário.
Nada melhor que comemorar esse primeiro ano com pessoas especiais que fazem parte da tua vida e do teu filho/a.  Pessoas presentes, que participaram de momentos desde a gravidez, que ajudam e até dão dicas e trocam figurinhas sobre o universo materno.

Mas para quem ainda tem dúvida se deve fazer ou não a festa, uma dica: pense também no seu filho. Ninguém melhor que você, a mãe,  para saber como ele vai se comportar. Se o bebê for muito tímido ou não gostar de muito barulho e pessoas estranhas, talvez seja melhor  optar por uma festa menor em casa mesmo. Uma boa comemoração prevê bons 
momentos juntos! Uma festa linda não significa uma festa grande e cheia de frescuras. Ela pode ser pequena, em casa e cheia de encantos! Ou grande, num buffet infantil...tanto faz, o importante é comemorar!

Eu acredito que vale a pena fazer uma festa para comemorar o primeiro aniversário do filhote. Mas como fazer, preparar essa festa? Vou listar para vocês algumas dicas pessoais e práticas de como tenho feito aqui em casa. Espero que ajude na tua decisão sobre a festa.

Convidados: prefiro convidar familiares, parentes e amigos mais próximos. Aqueles que convivem e fazem parte da vida dos meus filhos. Já convidei, nas primeiras festas que fiz, pessoas mais distantes que depois só vemos pelas fotografias...com o tempo acabei ficando mais seletiva.

Local: se a festa for mais íntima, com poucos convidados, vale fazer em casa mesmo. Decorar uma mesa bonita para cantar os parabéns pode ficar muito charmoso. Mas se o número de convidados for maior e a situação financeira permitir, uma boa opção é comemorar numa casa de festa ou buffet. Já fiz dos dois jeitos e engana-se quem acha que festa em casa perde o glamour. Tudo depende de como tu prepara. As duas são boas opções.

Tema: Caso tu queiras decorar uma festa com um tema que considera lindo, esse é o momento. Invista agora na decoração dos teus sonhos por mas simples que seja porque logo os filhos crescem e passam a opinar e escolher os temas conforme seus desejos. Aqui só consegui escolher nos dois primeiros anos de cada. No primeiro aninho da Manu escolhemos Jardim Encantado e no Davi o tema foi Safari.

Diversão: Dependendo da quantidade de crianças convidadas para a festa, é interessante colocar um brinquedo como piscina de bolinhas ou cama elástica para as distraírem (ser a festa não for numa casa especializada que já tenha esses brinquedos). Também indico pensar em algo para as crianças menores como o próprio aniversariante (como um tapetão com blocos de encaixe, piscina de bolinha), afinal o "dono" da festa merece. 

Comidas e bebidas: o que oferecer varia muito de cada família e também do horário que é realizada a festa. Particularmente prefiro servir docinhos e salgadinhos, sucos, água e refrigerantes. Não coloco bebida alcoólica porque acho desnecessário numa festa de criança. Se tu servir algo diferente para teu filho, fique atenta porque alguma outra criança pode querer também. Outra sugestão é ter algumas opções saudáveis para as crianças, como sanduíches e frutas.

Aniversariante: tente seguir com a rotina do aniversariante também no dia da festa. Marque o início da festa para um horário que teu filho costuma estar bem, deixe-o dormir antes. Escolha uma roupa  e sapatos confortáveis para o bebê, afinal ninguém gosta de passar horas com algo incomodando não é mesmo?

Mãe: tente ficar umas horas livres para ir ao cabeleireiro e se arrumar. Peça ajuda ao pai, avós, dindos...saia um pouco do controle. Afinal a mãe também merece esse momento e estar linda para comemorar o primeiro ano do filho e o seu como mãe!
(tá, eu confesso que nunca consegui fazer isso, até porque geralmente acabo organizando tudo ou quase tudo mesmo e sou eu que decoro e organizo os detalhes...mas é bom a mãe ter esse momento).

O ideal é seguir teu coração e fazer como ele manda. Tudo o que é feito com amor e carinho é verdadeiro, gratificante e fica nas nossas memórias. 

Beijos,


Tati.

7 comentários:

  1. Tati ótimo post, eu também concordo que deve observar a criança antes de tomar essa decisão! Eu fiz e a Mari curtiu muito, brincou e festejou cada minutinho. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Adorei o Post e as dicas, aqui no primeiro ano fiz um bolinho em casa só para avós e tios pois cai no meio da semana mas no fim de semana fiz no buffet para os parentes e amigos que estão com a gente desde o começo da gravidez, e a lista sempre é essa até então, e ele aproveitou bastante cada minuto da festa ....

    Bjs Mi Gobbato @espacodasmamaes

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto! Super dicas que realmente fazem a diferença, para este momento único de todos nós! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto! Super dicas que realmente fazem a diferença, para este momento único de todos nós! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  5. Adorei as dicas Tati eu fiz o aniversário do meu filho de um ano em casa e para poucos convidados, ele se divertiu muito.
    Bjs
    Mari
    Vamos Mamaes

    ResponderExcluir
  6. Estava numa dúvida danada! Arthur fez 1 aninho ontem. Mas, decidi fazer junto com o batizado mês que vem! 😅

    ResponderExcluir
  7. Acho super válido observar o comportamento da criança. Caio até hoje não se sente bem em ambientes cheios. Todas as festas dele foram pequenas e muito intimas, produzidas por mim mesma. E ele aproveitou muito. Tenho certeza que se fosse em buffet, ia jogar dinheiro no ralo!

    ResponderExcluir

Gostou? Compartilhe, comente!