terça-feira, 25 de outubro de 2016

O que seu filho anda assistindo?

Você sabe o que seu filho anda assistindo na televisão, no tablet ou até mesmo no celular?

Foto: Google Imagens

A internet está aí e em tudo que é lugar temos acesso a ela. Vivemos conectados, compartilhando informações e momentos. Nossos filhos também. Mas além das redes sociais, eles fazem uso de outras ferramentas como o Google, o You Tube e a tv a cabo. Por isso é muito importante que nós, pais e mães, fiquemos atentos a programação que as crianças assistem.

Há alguns dias, na minha sala de aula (vocês sabem que sou professora), ouço um murmurinho sobre sexo seguido de algumas risadinhas e "carinhas apavoradas". Vocês acham comum ou até "bonito" um guri de 9 anos dizer "quando eu tiver 19 anos vou transar com todas as mulheres", ou coisas do tipo "passou a mão na bunda dela", "fulana transou com ciclano ontem" se referindo à seus colegas de turma. Eu não acho! Eu não estou de acordo! Nessa idade falta ainda muito amadurecimento para compreender a complexidade de uma relação.

Na fala desse aluno podemos observar também estereótipos de gênero sendo reforçados. O homem "pega" todas as mulheres, invade sua intimidade tocando-a... gente, precisamos rever isso! Como estamos educando nossos filhos? Não é bonito os pais acharem que o menino tem que ser pegador porque é um guri. Conversei com alguns responsáveis na reunião de pais da escola pois esse assunto realmente me assusta. As crianças passam muito tempo na internet e precisamos estar atentos ao que assistem e com quem interagem. 
Mas, como controlar isso, principalmente fora de casa?
Conheça os amigos/as e a família dos/as seus filhos/as, estabeleça horários para navegar na internet, bloqueie canais adultos na televisão, peça para ficar perto sempre que possível, espie o que estão olhando, navegue junto com elas, fiscalize o histórico de buscas no Google, e converse, converse muito, orientando sempre. 

Não podemos deixar as crianças completamente "soltas" em frente ao computador. Fiscalizem! É sério! É importante!

Crianças são curiosas por natureza, mas também são vulneráveis. Sua segurança e cuidados depende de nós.

Questões como essa vão surgir na escola ou em casa. Converse com seu filho/a, responda sua pergunta até onde a criança possa compreender, nada a mais. Tudo tem seu tempo! Pense no futuro. Seu filho/a pode criar expectativas desnecessárias nessa etapa do seu desenvolvimento. E criança precisa aproveitar seu tempo sendo criança, brincando junto de dos amigos em tempo real, assim elas aprenderão que essa é a melhor rede social que existe! 



Mais dicas de cuidados com as crianças você pode encontrar no nosso parceiro Gestação Bebê. Vale a pena visitar!

4 comentários:

  1. Nossa! Que post excelente... Estou sempre batendo nessas teclas com minhas amigas que são mães! A criança não tem maturidade para receber certas informações e não sabe lidar com certas imagens. Acho certíssimo esse controle!!!

    ResponderExcluir
  2. Sim, diante tantas informações é mais que nossa obrigação saber o que nossos filhos assistem. Mas não dá para proibir o acesso, assim comunicação é a palavra chave!

    ResponderExcluir
  3. Amei a matéria. O alerta é muito importante sim. Me preocupo demais com que ele
    Assiste no YouTube. Estou sempre de olho e vejo sim q algumas palavras que ele diz são do vídeo q ele assiste. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Nossa... importantíssimo esse post. Sempre estou de olho no que meu pequeno assiste, morro de medo. Proibir é impossível, mas tento ao máximo controlar. Parabens.

    ResponderExcluir

Gostou? Compartilhe, comente!