sábado, 28 de janeiro de 2017

Cuidados com as crianças na praia e com a exposição solar

Oi gente!


Verão é bom para estar na praia, não é mesmo?

Época que as crianças brincam, e rolam (!) na areia e se jogam (literalmente) no mar... 

Calor, sol, mar uma combinação perfeita!

Foto: Arquivo pessoal
 E para continuar sendo assim, precisamos ter alguns cuidados para que as tão esperadas férias na praia não se tornem momentos desagradáveis.

Uma dúvida muito comum entre as mães é quanto ao uso de protetor solar nos bebês e como deve ser a exposição dos pequeninos ao sol. 

O gestor do Serviço de Pediatria do Sistema de Saúde Mãe de Deus e também chefe da UTI Neonatal, Dr. Ercio Amaro de Oliveira Filho, orienta que nos primeiros seis meses de vida, quando não é recomendado o uso de protetor solar, deve se evitar a exposição direta ao sol dos bebês. Após essa idade, os mais pequenos já podem usar o protetor apropriado.


Alguns cuidados importantes e que devem ser adotados:


  • Evitar exposição nos horários de pico solar, entre as 10 e 16 horas, no horário de verão entre as 11 e as 17 horas;
  • Proteger as crianças com roupas leves de algodão e bonés ou chapéus;
    Foto: Arquivo Pessoal
  • Usar protetor solar infantil em todas as partes do corpo (inclusive nas orelhas), lembrando que o produto só pode ser usado após os seis meses de idade devido a alta sensibilidade da pele;
  • Brincar mais próximo da parte úmida da areia e embaixo do guarda-sol;
  • Retirar o excesso de areia após as brincadeiras para evitar problemas na pele. O ideal é carregar junto uma garrafinha com água doce para limpar as crianças ou talco que também serve para fazer essa limpeza (dica de mãe);
  • Fazer lanches leves e saudáveis como sucos naturais, água de coco e frutas;
  • Trocar a roupa molhada por uma sequinha, caso a criança não vá mais tomar banho de mar;
  • Retirar a fralda do bebê se ele for brincar no mar ou use uma apropriada para banho;
  • Manter a criança hidratada;
  • Observar sempre as crianças. Se elas apresentarem algum desconforto, melhor parar o passeio e evitar a exposição ao sol;
  • Em caso de queimadura de águas-vivas é recomendado usar vinagre para aliviar os sintomas e neutralizar o veneno.

Foto: Google/Imagens



Agora é só aproveitar os momentos felizes e brincar muito com as crianças na praia!


Beijos,


Tati










quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Brincadeiras com água para se refrescar!

Com esse calor todo que anda fazendo por aí, nada melhor que brincadeiras refrescantes para fazer com as crianças e deixar elas livres para se divertir.

Selecionei 8 ideias de brincadeiras com água que vão fazer a alegria da gurizada!

Mas calma, sem desperdício, porque a gente também não quer isso. Brincar com água fica melhor se estivermos conscientes da sua importância e cuidarmos do nosso meio ambiente.

Depois é só separar os materiais necessários e chamar as cria para a rua!

Uma ótima e geladinha diversão! <3


1) Pequenos Exploradores

Que tal colocar pequenos brinquedinhos como miniaturas de animais marítimos e dinossauros em potes grandes ou balões cheios de água? As crianças vão adorar explorar e "martelar" até encontrarem todos os tesouros escondidos.

Fonte: Pinterest

2) Vôlei com esponja

Simples e divertido, esse jogo vai respingar muita água para todo lado.

Fonte: Pinterest

3) Cubos de gelo coloridos

Para fazer essa brincadeira sensorial, coloque água com corante alimentício de várias cores nas forminhas de gelo, desenforme e deixe os pequenos explorarem a vontade. O legal é colocar sobre uma cartolina para que as crianças possam ir pintando o papel a medida que o gelo for derretendo. Uma ideia pra lá de refrescante e estimulante!

Fonte: Tempo Junto

4) Bexigas penduradas (pinata).

Basta encher bexigas com água para as crianças acertarem com um cabo de vassoura ou outro objeto. Para ficar mais emocionante elas podem ficar vendadas. Diversão molhada na certa!
Fonte: Pinterest

 5) Bolhas de sabão 

Elas não podem faltar quando se pensa em brincadeiras com água. Toda criança adora! 

Já imaginou ficar dentro de uma bolha gigante?
Uma variação que encontrei na internet (e adorei) é fazer bolhas usando o bambolê. Para isso, coloque o líquido para bolhas dentro de uma piscina pequena, dessas de bebê, onde o filhote deve entrar (os pais também podem, viu?!) e subir o bambolê em volta do corpo. 


Fonte: Pinterest

6) Escorrega com água e sabão.

Uma lona, água e sabão são ingredientes certos para uma brincadeira divertida e muito refrescante! Se joga!

Fonte: Catraca Livre

7) Guerra de bexiguinhas

Toda infância tem que ter essa guerrinha gostosa de água. É uma delícia, muito fácil de fazer e diversão garantida.
Fonte: Pinterest

8) Barquinhos de esponja

Para preparar a brincadeira, faça os barquinhos com esponjas e canudinhos com uma bandeirinha, coloque dentro de potes de plástico cheios de água e umas gotinhas de corante e leve ao freezer. Assim que estiverem congelados coloque dentro de uma bacia grande para os pequenos brincarem a vontade! O legal é que ao derreter o gelo, a água vai ficando colorida e formando um "mar" de arco-iris. Lindo, estimulante e divertido!

Fonte: Pinterest

Dicas:

Faça as brincadeiras com gelo em dias muito quentes, porque assim derretem mais rápido.

Para ajudar a desenformar o bloco de gelo, deixe o pote um minutinho na água morna.

Para fazer o bloco de gelo com as miniaturas, congele em etapas para que os bichinhos não subam para a superfície.

Brincadeiras com água geram bastante bagunça, então esteja preparada para isso.

Os espirros de água e as risadas são proporcionais ao tamanho do material usado nas brincadeiras, capriche!

Se fizer alguma brincadeira dentro de casa forre o chão com um tapete grande para não ficar escorregadio.

Brincadeiras com água necessitam da supervisão de um adulto! Esteja sempre por perto!